0
0
0
s2sdefault

falta rampasA Associação de Jovens com Deficiência de Moçambique (AJODEMO) em Nampula, mostra-se preocupado com a falta de rampas em alguns estabelecimentos de ensino, facto que dificulta, sobremaneira, o acesso de crianças com deficiência física.


O delegado da AJODEMO em Nampula, Camilo Moreira, que apresentou a preocupação, recomendou as direcções das escolas para incorporarem a construção de rampas para facilitar o acesso as pessoas com deficiência.

“Os empreiteiros devem ter conhecimento do decreto que regula a construção de edifícios públicos que obriga a instalação de rampas para permitir a acessibilidade de pessoas com dificuldade de locomoção”, disse Moreira.

A fonte lamentou por outro lado, o facto de professores, que leccionam em alguns estabelecimentos de ensino não serem especializados para lhe dar e transmitir conhecimentos para crianças com deficiência física.

Num outro desenvolvimento apelou pais e encarregados de educação para levarem os seus filhos, com deficiência, para as escolas para obterem conhecimentos visando garantir o seu futuro.
“Pedimos para que não deixem as crianças com deficiência permanecer no bairro a brincar, isso porque elas têm o direito e espaço de ter uma educação na escola como qualquer outra criança” apelou Moreira.
In Notícias.

0
0
0
s2sdefault