0
0
0
s2sdefault

quinzena da criancaO combate aos casamentos prematuros, abuso sexual, trabalho e mendicidade infantil constituem os principais problemas que afectam os menores e por conseguinte faz parte da aposta do Governo e do Parlamento Infantil para travar este “fenómenos” neste ano na cidade de Maputo. Esta informação foi revelada, no lançamento da celebração da quinzena da criança.


O lançamento aconteceu no pavilhão do Estrela Vermelha na cidade de Maputo sendo que a quinzena da criança deverá decorrer até 16 de Junho. A época será marcada por realização de palestras e festivais no âmbito da celebração do Dia Internacional da Criança, a 1 de Junho, e do Dia da Criança Africana, a 16 do mesmo mês.


O Parlamento Infantil através do seu presidente Nelson da Silva considera que a intensificação de palestras deve ser uma das principais apostas para promover a valorização dos direitos das crianças como forma de travar a violação dos direitos dos petizes. Da Silva disse que uma das dificuldades que imperam é o facto do Parlamento Infantil não ter financiamento suficiente para cobrir todas suas actividades de promoção dos direitos das crianças em todo o país.


Por sua vez o Governo da cidade de Maputo através da Directora do Género, Criança e Acção Social na cidade de Maputo, Argentina Simão, disse estar ciente das dificuldades, pelo que, está a trabalhar na mobilização de fundos para cobrir várias acções de protecção dos direitos das crianças.


Já o representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Marcoluigi Corsi, defendeu a necessidade de mobilização de mais intervenientes com vista a sensibilização da sociedade para valorização e respeito pelos direitos dos menores. Para este ano as celebrações decorrem sob lema “Proteger a Criança é Preservar a Geração do Amanhã”.


É neste contexto que várias organizações da sociedade civil que estiveram presentes no lançamento da quinzena manifestaram sua disponibilidade de continuar a lutar pelos direitos das crianças. O lançamento da quinzena da criança em Maputo foi marcado por diversas actividades culturais e por uma marcha realizada em várias artérias da capital

In o pais 27/05/2017

0
0
0
s2sdefault