0
0
0
s2sdefault

2015 07 Casamento Prematuro e Gravidez na Adolescencia em MocambiqueDe acordo com os dados do centro de pesquisa em população e saúde (CEPSA), os distritos de Namuno, Balama, e Chiúre, em Cabo Delgado, Marrupa, Sanga e Nipepe no Niassa, e Mecuburri em Nampula são os que registraram maior número de raparigas casadas prematuramente.


O relatório da CEPSA explica que embora haja necessidade de prevenir e combater os casamentos prematuros no país, as constatações do estudo sugerem que, numa situação de escassez de recursos, a prioridade deveria dar-se a região norte, em particular aos 16 distritos mais afectados das províncias de cabo Delgado, Niassa e Nampula.


A título de exemplo em 2007, mais de 15% das meninas menores de 16 anos estavam casadas ou em união em 26 dos 146 distritos do país, todos da zona norte.
“No geral houve uma redução da prevalência de casamentos prematuros, e o número de distritos com pelo menos 20% de menores de 16 anos casadas baixou de 27 para sete, sendo a destacar os distritos de Muacate, em Nampula, Muanza em Sofala, e Metarica no Niassa, com reduz para menos de metade da percentagem em 1997” lê-se no documento.


Os dados do CESPA avançam que os casamentos prematuros são menos comuns na região sul do país, onde a percentagem de menores 16 anos que estavam casadas ou em união nos últimos dois censos populacionais eram inferior a 5% em todos os distritos.
Do mesmo modo, o número de distritos com 30 porcento de menores de 18 anos casadas baixou de 37 em 1997 para 13 em 2007, o que mostra algum progresso nos esforços em curso embora os desafios permaneçam” acrescenta o documento”.


Considerando a idade legal de casamento, que é de 18 anos, 82 distritos em 1997 e 77 em 2007 tinham a idade média de casamento das mulheres inferior a idade legal.

In noticias - 27/05/2017.

0
0
0
s2sdefault