0
0
0
s2sdefault

nampula controlo malariaAutoridades de Saúde gastam em média cerca de 70 milhões de meticais em custos operacionais para o controle da malária em Nampula, província com altos índices de prevalência da doença no país. Até ao próximo ano, serão distribuídas três milhões de redes mosquiteiras em dois distritos onde decorre a pulverização contra o mosquito principal vector da malária.

As Autoridades de Saúde indicam como sendo várias as intervenções de controlo do mosquito mas que no entanto necessitam de ser coordenadas para que os resultados sejam eficazes. No primeiro Fórum Provincial da Malária em Nampula definiu-se os melhores caminhos a seguir que inclui a instalação de um laboratório para o estudo do mosquito principal vector de transmissão daquela doença.

O governador de Nampula, Victor Borges, referiu-se do impacto negativo da doença no seio das famílias e no desenvolvimento da província.
Refere-se que em Nampula, seis em cada dez pessoas vive com o parasita da malária no organismo.

In O País

0
0
0
s2sdefault