0
0
0
s2sdefault

primeira dama felicita mulherA Primeira-dama, Isaura Nyusi, felicita a mulher moçambicana pela sua dedicação na estabilidade familiar e desempenho nas múltiplas tarefas de desenvolvimento da sociedade desde a produção agrícola, formação das novas gerações, resiliência às mudanças climáticas e outros males que afectam as comunidades.

Em mensagem dirigida a Mulher, por ocasião das comemorações do Mês da Mulher que decorrem desde sábado até ao dia 7 de Abril, Dia da Mulher Moçambicana, Isaura Nyusi destaca que esta é mais uma oportunidade para o envolvimento da sociedade na promoção e defesa dos direitos da mulher e remoção dos males que afectam o desenvolvimento.


As comemorações do Mês da Mulher, este ano, decorrem sob lema: “Activismo transformando a vida da mulher ao lado do homem” e o 8 de Março, Dia Internacional da Mulher sob o lema: “Activistas rurais e urbanas transformando as vidas das mulheres”.


“Pretendemos com isso, impulsionar a acção contínua para a mudança de comportamentos, a elevação do estatuto da mulher, direitos humanos, igualdade, empoderamento económico e justiça social nas zonas rurais e urbanas, pois as mulheres rurais são as mais desfavorecidas em relação aos homens rurais e as mulheres urbanas também são postergadas através das desigualdades de género e discriminação social”, destaca a mensagem, citada pela AIM.


A esposa do Presidente da República adianta que com a contribuição dos activistas na promoção e defesa dos direitos da mulher, registam-se progressos significativos no empoderamento e emancipação da mulher, mas ainda persistem desafios que requerem o engajamento de todos, mulheres e homens.
“Como mulheres, a nossa missão é garantir a paz efectiva, o diálogo permanente na família e na comunidade. Devemos cultivar a cultura de paz, difundir mensagens positivas sobre os direitos humanos, valores culturais, morais e ética”, recomenda Isaura Nyusi.


Na mensagem, Isaura Nyusi encoraja a participação das mulheres e homens na prevenção das doenças endémicas e no combate ao HIV/SIDA, cancro do colo do útero, da mama e da próstata, a subnutrição, os casamentos prematuros, o tráfico de pessoas e órgãos humanos.


“Endereçamos uma palavra de apreço às populações afectadas pelas calamidades naturais, que têm causado muito sofrimento e luto ao nosso povo, retrocedendo os esforços de desenvolvimento social e económico”, destaca a esposa do Presidente.


Isaura Nyusi termina a mensagem apelando todas as forças vivas da sociedade a elevarem o espírito de solidariedade, participação activa nas comemorações do Mês da Mulher e mais união de esforços para promoção e protecção dos direitos da mulher.
In O País

0
0
0
s2sdefault