Gala de premiação do melhor artigo jornalístico em matéria de Protecção Social


gala de premiacao 2Entre os vencedores do concurso estão: Hugo Firmino que teve a melhor reportagem em matéria de PS, vindo da televisão de Moçambique delegação de Inhambane, Aida Matsinhe venceu o segundo lugar e vem do jornal Magazine Independente da cidade de Maputo e para terceiro lugar foi mais uma vez uma mulher, Essinate Assane da Rádio Moçambique delegação de Niassa.
A gala contou com a presença de representantes do Governo, sociedade civil, Jornalistas, parceiros de cooperação e o público em geral interessados em questões sensíveis a camadas populacionais vulneráveis.


gala de premiacao 1Numa noite recheada de cor e luz, o público teve a oportunidade de exaltar o papel da comunicação social na divulgação de informação sobre protecção social.
Para Simão Tila, presidente do conselho de direcção da PSCM-PS a comunicação social tem um papel fundamental na promoção da reflexão pública sobre a importância da protecção social no combate a pobreza e na assistência social às populações mais carenciados e vulneráveis.

Por sua vez, a representante do Governo afirmou em suas poucas palavras que neste evento o maior vencedor são as camadas vulneráveis que mereceram especial atenção neste espaço.

 

A gala de premiação é um evento que ocorre anualmente com objectivo de destacar os feitos no sector da Protecção Social em Moçambique, enaltecendo o papel dos que nele directa/indirectamente intervêm para a promoção e divulgação dos direitos das camadas vulneráveis bem como a necessidade de uma maior intervenção de modo a melhorar-se as condições de vida das populações e promover a sua participação activa no desenvolvimento do nosso país.

Futebol de Praia em prol da inclusão social

É por via disso, que a PSCM-PS organizou o torneio de futebol de praia como forma de incutir a ideia de que com a prática do desporto é possível sensibilizar as populações-chave para a inclusão de grupos e pessoas marginalizadas e não só.

 

Assumimos aqui que a prática desportiva, tem a capacidade de melhorar as relações pessoais, a saúde e a qualidade de vida, contribuindo deste modo para o desenvolvimento da auto-estima, autocontrole e factores que interferem no bem-estar da pessoa e no convívio social.
É neste contexto, que no dia 15 de Dezembro do corrente ano, no âmbito da semana de protecção social, decorreu o torneio de futebol de praia denominado “futebol de praia em prol da inclusão social”.

 

 

futebol de praia 2O torneio de futebol de praia foi bastante concorrido não só pelas equipes que iriam disputar os jogas, mas também pelo público em geral que foi assistir. O público espectador saiu na ocasião bastante satisfeitos não só com o jogo, mas também com a mensagem que ia sendo passada em prol das camadas marginalizadas, aliás, alguns presentes afirmaram que saíram sensibilizados com o assunto.
O torneio contou com a presença de quatro equipes, nomeadamente as equipes de Parceiros internacionais de cooperação, Instituto Nacional de Acção Social (INAS)/Ministério do Género Criança e Acção Social (MGCAS), Jornalistas provenientes de diferentes províncias do país e a equipe das Organizações da Sociedade Civil (OSC’s).

O primeiro jogo teve seu início por volta das 8:00 horas e foi disputado pelas equipes dos jornalistas e das OSC’s, tendo como vencedor a equipe das OSC’s. O segundo jogo foi levado acabo pelas equipes dos parceiros internacinal de cooperação e do INAS/MGCAS e, foi vencido pela segunda equipe, no caso o INAS/MGCAS.

 

futebol de praia 1Para definição do primeiro lugar, disputaram o jogo as equipes das OSC’s e INAS/MGCAS, tendo como vencedor a equipe das OSC’s. Os vencedores ficaram categorizados da seguinte maneira:
I. Primeiro lugar - equipe das Organizações da Sociedade Civil (OSC’s).
II. Segundo lugar – equipe do INAS/MGCAS
III. Terceiro Lugar – equipe dos parceiros de cooperação
IV. Quarto lugar – equipe dos jornalistas.

No final do torneio os representantes da sociedade civil, dos parceiros de cooperação e do governo afirmaram que este evento teve importância singular na medida em que o jogo permitiu pôr vários intervenientes a disputar não um contra os outros, mais sim, um com os outros e que, pensando assim podemos nos engajar todos a favor dos grupos marginalizados, unindo sinergias e cooperando mutuamente para este fim.

 

Terceira Conferência Nacional sobre Protecção Social Básica

A conferência contou igualmente com a presença de parceiros internacionais de cooperação, representantes da sociedade civil, académicos e público em geral que nos dias 13 e 14 de Dezembro, tiveram a protecção social na agenda das suas discussões.

No seu discurso, o presidente do conselho de direcção da PSCM-PS, saudou a conferência e, desejou que esta servisse de plataforma de diálogo, troca de experiências e partilha de informação entre os vários intervenientes com o foco sempre não só nos grupos vulneráveis mas também noutros grupos para que não caiam numa situação de vulnerabilidade.


conferencia nacional sobre proteccao social basica 1O segundo dia de conferência, foi dedicado a sessões paralelas. A Plataforma da Sociedade Civil Moçambicana para Protecção Social, participou na sessão programas de assistência social, onde fez a apresentação sobre a Implementação do Programa Subsídio Social Básico: o Impacto da Monitoria Comunitária Independente e nele, apresentou o estudo da análise da Monitoria comunitária independente, estudo este que trás aspectos ligados com a implementação deste projecto e as mais-valias que este troce para a vida dos beneficiários do programa subsídio social básico.

Enquanto esta sessão acontecia, decorria também mais 3 sessões paralelas, nomeadamente as sessões sobre assuntos da pessoa com deficiência, sobre assuntos da criança e o painel sobre assuntos da pessoa idosa

Video

Vídeos

Protecção social

Este vídeo chama a atenção para a importância da protecção social, especialmente para garantir apoios básicos a famílias sem meios próprios para satisfazerem as suas...

Saiba mais

Histórias de Sucesso

Lety Fastela

lety fastelaLety vive no bairro de Hulene com seus netos e é beneficiária do Programa Subsídio Social Básico (PSSB) onde recebe 310mt e lamenta o facto de ter que pagar taxas nas unidades sanitárias mesmo sendo idosa..

 

Veja a história completa

website

Boletim Informativo

Receba todas semanas as nossas actualizações no seu email.

boletim dezembro

Protecção Social em Moçambique

Um agradecimento especial a nossos doadores

Agradecemos a todos os nossos apoiantes, desde indivíduos, os governos e instituições, que optam por mudar a vida das mulheres, homens e famílias em todo o mundo. Nosso mais sincero agradecimento a todos.

  Oxfam Novib agir embaixada suecia reino dos paises baixos uniao europeia Unicef oit